12 de junhoParceria no treino e na vida: histórias de amor em meio à rotina de exercícios 

No Dia dos Namorados, profissionais de educação física contam como encontraram o amor de suas vidas entre os halteres e esteiras 

O Dia dos Namorados é uma data especial para celebrar o amor. No ambiente da academia, além de cuidar da saúde e do bem-estar, muitos acabam encontrando, também, uma parceria que vai além dos treinos diários.

Na Bodytech Tirol, em Natal, o ambiente acolhedor e a diversidade de atividades oferecem inúmeras oportunidades para que os frequentadores se conheçam e criem laços. Desse modo, a prática regular de exercícios físicos não só contribui para a saúde e o bem-estar, mas também pode ser um poderoso aliado na construção de relacionamentos saudáveis e duradouros.

Lígia Rocha, personal trainer, e Wictor Costa, professor de Indoor Cycle, sabem bem como a atividade física pode fortalecer um relacionamento. “Quando um de nós está menos motivado, o outro incentiva a voltar aos treinos, o que fortalece muito a relação. Além disso, manter-se ativo é fundamental, especialmente porque trabalhamos na área. Esse apoio mútuo é sempre bem-vindo”, destaca Lígia.

Juntos há 10 anos, Lígia e Wictor começaram a namorar na faculdade. O relacionamento se tornou mais sério quando ambos começaram a trabalhar na Bodytech Tirol. “Trabalhar no mesmo ambiente é um privilégio, mas também um desafio, porque precisamos separar bem o pessoal do profissional”, explica Wictor.

Por outro lado, a história de Luzielson e Jannaina Ribeiro começou antes de trabalharem juntos na academia. O amor despertou durante uma competição de corrida de aventura e se oficializou durante a confraternização de fim de ano da Bodytech Tirol. A paixão por atividades físicas, que já fazia parte da vida de ambos, se intensificou com o convívio diário.

“Inicialmente, nosso relacionamento era puramente de amizade, mas em 2016 tudo mudou, quando ele me pediu em namoro. Foi uma decisão que mudou nossas vidas. Dois anos depois, nos casamos e em 2021 nosso primeiro filho nasceu, marcando o início da nossa linda família”, conta Jannaina.

Para Luzielson, estar com alguém da mesma área facilita o relacionamento. “É mais simples estar com alguém que compreende as dificuldades da profissão, como acordar cedo, dormir tarde e lidar com o contato direto com clientes, que muitas vezes gera ciúmes em quem não é da área. Quando estamos com alguém que entende tudo isso, esses problemas desaparecem. Além disso, mesmo trabalhando na mesma academia, atuamos em áreas diferentes, o que facilita ainda mais a convivência”, explica.

Jannaina ressalta que trabalhar juntos exige separar o profissional do pessoal. “A chave para isso é ter bastante confiança um no outro e entender as perspectivas do parceiro”, conclui.