27 de novembroVeterinário da UnP alerta para a segurança dos pets com as decorações natalinas

Riscos podem envolver queimaduras, incêndios, asfixias, perfurações e até obstruções intestinais

Durante as festividades de Natal, é comum enfeitar a casa com elementos que remetem ao período, podendo incluir objetos pequenos, velas, itens de vidro e outros materiais que representam perigos para crianças pequenas e animais de estimação, como cães e gatos.

Segundo o médico veterinário e tutor de práticas veterinárias do Centro Médico Veterinário (CMV) da Universidade Potiguar (UnP), integrante do maior e mais inovador ecossistema de qualidade do Brasil: o Ecossistema Ânima, Johnatan Henrique Santos, a atenção na decoração deve ser redobrada, uma vez que luzes, brilhos, adereços cintilantes e felpudos chamam a atenção dos pets, principalmente dos filhotes.

“O pisca-pisca seduz principalmente os felinos. Então, deve ser colocado com a fiação fora do alcance dos pets, evitando que eles mordam e, consequentemente, sofram choques elétricos, queimaduras e asfixia. Qualquer outro acessório que necessite de energia elétrica para funcionar, deve ser instalado com a mesma cautela, tentando embutir as fiações, sempre fora do alcance deles”, orienta.

Quanto aos enfeites natalinos de porta, árvore de natal e corredores, estes também podem causar acidentes, como a ingestão de fragmentos que podem causar perfurações ou obstruções intestinais.

“Se possível, evite os acessórios de vidro, que têm um potencial perfurocortante maior em caso de fragmentação. Opte por itens de plástico mais resistentes e de tamanho maior, para reduzir a probabilidade de ingestão pelos pets”, alerta Santos.

Outro item que não pode ser utilizado sem supervisão é a vela. Caso opte por utilizar o acessório, a recomendação é observar como o pet reage logo no momento do acendimento. “A luz da vela desperta curiosidade no animal e pode levá-lo a interagir com o item, causando queimaduras ou incêndios”, frisa o especialista.

Decore aos poucos

Essa é mais uma dica para quem tem pets, mas que não abre mão da decoração natalina. De acordo com o profissional, o processo gradativo de montagem da decoração natalina pode causar menos curiosidade no animal e permitir que ele se acostume com a árvore de natal e demais objetos. “Decorar sem a presença do pet também pode ser uma boa saída”, acrescenta o especialista.

Ceia natalina

A ceia de Natal, que também apresenta situações de risco aos animais domésticos, mesmo sem decorações arriscadas para os pets, também merece atenção quanto ao risco de intoxicações e obstruções no organismo de cães, gatos e pássaros.

“De forma alguma os alimentos servidos à mesa devem ser compartilhados com os pets. Isso vai garantir que as festas de fim de ano sejam seguras para todos”, finaliza Johnatan Henrique Santos.

Sobre a Universidade Potiguar – UnP 

A UnP é a única universidade privada do Estado do Rio Grande do Norte e integrante do maior e mais inovador ecossistema de qualidade do Brasil: o Ecossistema Ânima. Com 42 anos de atividades, possui milhares de alunos entre os campi em Natal e Mossoró, oferecendo cursos de graduação, pós-graduação lato sensu, Mestrados e Doutorados. Também contribui para democratização do ensino superior ao disponibilizar uma oferta de cursos digitais com diversos polos dentro e fora do Rio Grande do Norte. Como formadora de profissionais, a instituição tem compromisso com a cidadania, sempre pautada nos valores éticos, sociais, culturais e profissionais. Este propósito direciona o desenvolvimento e a prática de seu projeto institucional e dos projetos pedagógicos dos cursos que oferece para a comunidade. Para mais informações: www.unp.br.

Sobre a Ânima Educação
Com o propósito de transformar o Brasil pela educação, a Ânima é o maior e o mais inovador ecossistema de ensino de qualidade do país, com um portfólio de marcas valiosas e um dos principais players de educação continuada na área médica. A companhia é composta por mais de 400 mil estudantes, distribuídos em 18 instituições de ensino superior e em mais de 700 polos educacionais por todo o Brasil. Integradas também ao Ecossistema Ânima estão marcas especialistas em suas áreas de atuação, como HSM, HSM University, EBRADI (Escola Brasileira de Direito), Le Cordon Bleu (SP), SingularityU Brazil, Inspirali e Learning Village, primeiro hub de inovação e educação da América Latina, além do instituto Ânima.

Em 2022, a Ânima foi um dos destaques do Prêmio Valor Inovação – parceria do jornal Valor Econômico e a Strategy&, consultoria estratégica da PwC – figurando no ranking de empresas mais inovadoras do Brasil no setor de educação. Além disso, o CEO, Marcelo Battistela Bueno, foi premiado como Executivo de Valor, no setor de Educação, no Prêmio Executivo de Valor 2022, que elege os gestores que se destacaram à frente de empresas e organizações. A companhia também se destacou no Finance & Law Summit Awards – FILASA, em 2022, como Melhor Departamento de Compliance. Em 2021, a organização educacional foi destaque no Guia ESG da revista Exame como uma das vencedoras na categoria Educação. Desde 2013, a companhia está na Bolsa de Valores, no segmento de Novo Mercado, considerado o de mais elevado grau de governança corporativa.